Pesquisar

Envie sua imagem


Você tem interesse em enviar um caso para divulgação? Siga a orientação abaixo. BRAVS Image: plataforma para publicação de uma imagem em alta qualidade e breve legenda de 2 a 5 frases resumindo o caso.

Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida

*Segure a tecla "Ctrl" para selecionar mais de uma tag.

Entrada Inválida

BRAVS Newsletter - Cobertura para Antiangiogênicos no Tratamento de EMD e ORV

BRAVS NEWSLETTER
emm1
Bem-vindo a 2ª BRAVS Newsletter!
 
Ela tem como objetivo ser mais um canal de comunicação, utilizando como veículo o e-mail dos associados para trazer as novidades mais relevantes postadas no novo portal da SBRV/BRAVS, e traz também resumos de artigos científicos relevantes.A Newsletter da BRAVS é mais um canal aberto visando aumentar a interação dos sócios com o nosso portal e valorizar o papel do associado em nossa sociedade.
SELEÇÃO DE ARTIGOS
IMPROVING THE AGE-RELATED MACULAR DEGENERATION CONSTRUCT: A New Classification System.
Segundo Spaide, modelos prévios de degeneração macular relacionada à idade são incompletos por não considerarem situações como depósitos drusenoides subretinianos, e vasculopatia polipoidal. Além disso, neovascularização tipo 3 começa na retina, e não necessariamente envolve a coroide, não sendo portanto apropriado o termo neovascularização de coroide, devendo ser substituido por neovascularização macular. Ao contrário de sistemas de classificação antigos, o sistema proposto engloba as apresentações relevantes da doença e prediz com mais precisão o curso de cada paciente.
Autores: Spaide, Richard F. MD
RETINA Logo
LEIA +
Choroidal vascular analysis in myopic eyes: evidence of foveal medium vessel layer thinning
International Journal of Retina and Vitreous 20173:28
O objetivo do estudo foi analisar características morfológicas da coróide em olhos com miopia não patológica através de OCT Spectral Domain (SD-OCT).
Foi realizada comparação retrospectiva de 42 olhos miopes com controles sadios pareados por idade. Os olhos miopes demonstraram afinamento significativo da espessura da coroide e da espessura dos vasos de médio calibre da coroide. Os autores concluem que a espessura dos vasos de médio calibre da coroide apresentam forte relação com a idade e diâmetro axial.
Autores: Rayan A. Alshareef, Mohammed K. Khuthaila, Manideepak Januwada, Abhilash Goud, Daniela Ferrara and Jay Chhablani
IJRV LOGO
LEIA +
RESIDUAL VITREOUS CORTEX AT THE FOVEA DURING VITRECTOMY FOR PRIMARY RHEGMATOGENOUS RETINAL DETACHMENT REPAIR.
75% dos olhos operados (vitrectomia primária para descolamento de retina) apresentavam cortex vítreo residual na região macular, que foi removido com auxílio de Tano. Membrana epirretiniana pós operatória ocorreu em 35% dos olhos com córtex residual e em 15% dos olhos sem córtex residual na região macular.
Autores: Cho, Eun Hyung; Ku, Hee Chan; Il, Won; Lee, Eun Koo
 
RETINA Logo
LEIA +
Visual Acuity Change over 12 Months in the Prospective Progression of Atrophy Secondary to Stargardt Disease (ProgStar) Study.  ProgStar Report Number 6.
Análises transversais demonstraram que início precoce e maior duração dos sintomas foram associadas a pior acuidade visual. A acuidade visual de pacientes com visão de 20/25 ou melhor deteriorou a um ritmo de 2.8 letras por ano, ao passo que pacientes com visão entre 20/25 e 20/70 perderam em média 2.3 letras por ano, e pacientes com visão entre 20/70 e 20/200 perderam em média 0.8 letras por ano. Tabagismo e uso de vitamina A não interferiram na acuidade visual ao baseline ou no ritmo de perda visual.
Autores: Xiangrong Kong, Rupert W. Strauss, Artur V. Cideciyan, Michel Michaelides, José-Alain Sahel, Beatriz Munoz, Mohamed Ahmed, Ann M. Ervin, Sheila K. West, Janet K. Cheetham, Hendrik P.N. Scholl on behalf of the ProgStar Study Group
 
logo-oph
LEIA +
Therapies for Macular Edema Associated with Branch Retinal Vein Occlusion: A Report by the American Academy of Ophthalmology
Evidências atuais nível I sugerem que a farmacoterapia intravítrea com agentes anti-VEGF é eficaz e segura para edema macular secundário a ORVCRs. O atraso prolongado no início do tratamento está associado a menor ganho de acuidade visual. Evidências Nível I também indicam que os corticosteróides intravítreos são efetivos e seguros para o gerenciamento do EM associado a OVCRs; No entanto, os corticosteróides estão associados a potenciais efeitos adversos locais. A fotocoagulação a laser continua a ser uma terapia segura e efetiva, mas os resultados de AV são inferiores quando comparados a terapias anti-VEGF.
Autores: Justis P. Ehlers, Stephen J. Kim, Steven Yeh, Jennifer E. Thorne, Prithvi Mruthyunjaya, Scott D. Schoenberger, Sophie J. Bakri
logo-oph
LEIA +
Press release dos resultados do Brolucizumab

Brolucizumab da Novartis apresenta resultados positivos em estudo fase III para DMRI neovascular, demonstrando não inferioridade a aflibercept com possível intervalo de 12 semanas entre aplicações.
LEIA +
ANS inicia consulta pública para revisão do Rol de cobertura dos planos de saúde
LEIA +
NOVIDADES DO PORTAL 🔎
⚪  Veja o novo vídeo destaque do Dr. Fernando Novelli!
E mais, contamos agora com o Acervo da BRAVS.
emm2
Envie seu vídeo para nós.
Confira em nosso portal.
⚪  Fique por dentro dos próximos Congressos!
emm3
Acesse nosso calendário e marque na sua agenda.
⚪  Não deixe de fazer sua inscrição para o 42º Congresso Brasileiro de Retina e Vítreo!
emm4
Obrigado por sua atenção.
Em breve mais uma Newsletter chegará em seu e-mail.  
emm1a

Contato

11 3262.3587

atendimento@sbrv.org.br

Alameda Santos, 1343 - sala 408 | Jardim Paulista São Paulo/SP